• denuncias
  • peticionamento
  • mediacao
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Informe-se
  • Notícias
  • MPT-RJ firma acordo para realização do Projeto Resgatando a Cidadania em Itaguaí.
  • MPT-RJ torna pública a previsão de abertura de processo seletivo para estágio
  • logo mpt extensa
  • Pesquisa CNMP
  • MPT cadastra entidades para destinação de recursos
  • banner mudanca sede
  • MPT-RJ torna pública a previsão de abertura de processo seletivo para estágio
  • MPT alerta: coação da empresa no voto do trabalhador é violação trabalhista
  • Prêmio MPT de Jornalismo 2018: Inscrições prorrogadas até 31 de outubro
  • MPT promove Audiência Pública para debater inclusão de profissionais negros em redes de televisão
  • MPT lança campanha de combate à exploração do trabalho infantil e convoca sociedade para apoiar movimento
  • Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aplica pesquisa para ouvir a sociedade sobre temas prioritários na atuação do Ministério Público
  • Documentário expõe alto índice de mortes no trabalho. Clique para assistir.
  • Procuradoria Regional do Trabalho da 1ª Região inicia mudança para nova sede.

Inscrições abertas para o Prêmio MPT de Jornalismo 2018

Objetivo é estimular a investigação e ampliar denúncias de irregularidades trabalhistas por meio de reportagens, que concorrem a premiações de até R$ 30 mil. Inscrições se encerram no dia 31 de outubro

Brasília - As inscrições para o Prêmio MPT de Jornalismo 2018 foram prorrogadas até 31 de outubro. Serão premiadas as melhores reportagens publicadas nas categorias jornal impresso e revista impressa, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo e fotojornalismo, veiculadas de 1º de maio de 2017 a 26 de agosto de 2018. Além disso, haverá o Prêmio Especial MPT de Jornalismo e o Prêmio Especial Fraudes Trabalhistas, cujos valores variam entre R$ 5 mil a R$ 30 mil.

Promovido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), o prêmio amplia o alcance de denúncias de veículos regionais e conscientiza a sociedade sobre a proteção de seus direitos diante de ilegalidades, como o trabalho escravo, o trabalho infantil, a discriminação, as fraudes, as práticas antissindicais e o desrespeito à saúde do trabalhador e à segurança no trabalho.

Neste ano, os trabalhos serão avaliados nos seguintes temas: fraudes nas relações de trabalho; trabalho escravo contemporâneo; trabalho infantil; discriminação nas relações de trabalho; meio ambiente do trabalho; promoção da liberdade sindical; trabalho portuário e aquaviário; irregularidades trabalhistas na administração pública.

Vale lembrar que o Prêmio MPT de Jornalismo é dividido em duas etapas: regional e nacional. Na primeira, serão julgados todos os trabalhos inscritos, em cada região do país. Profissionais das regiões Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul disputarão, entre os concorrentes de sua região, o prêmio de R$ 5 mil, em cada uma das categorias. Os vencedores da etapa regional, concorrem, automaticamente, ao prêmio nacional. Quem vencer a etapa nacional, a premiação sobe para R$ 10 mil, uma vez que os valores não são cumulativos.

Criado em 2014, o Prêmio MPT de Jornalismo já reconheceu mais de duas mil reportagens publicadas em jornais impressos, televisão, rádio, internet e universidades de todo o país. Para mais informações, acesse o regulamento na página do concurso.

Prêmio Especial Igualdade de Oportunidades

Pela primeira vez, o Prêmio MPT de Jornalismo terá três prêmios especiais. O mais novo é intitulado de “Igualdade de Oportunidades” e será entregue à melhor reportagem referente ao combate à discriminação no ambiente de trabalho por motivo de raça, cor, gênero ou necessidade especial. Serão consideradas as matérias que abordem o combate à discriminação e a promoção de oportunidades iguais aos trabalhadores, a promoção da pessoa com deficiência ou reabilitada no ambiente de trabalho, bem como a proteção à intimidade dos trabalhadores. De modo similar ao Prêmio Especial Fraudes Trabalhistas e ao Prêmio Especial MPT de Jornalismo, o ganhador receberá R$ 30 mil.

Podem concorrer ao Prêmio Especial Igualdade de Oportunidades reportagens de todas as categorias (jornal impresso e revista impressa, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo, fotojornalismo e universitário). Dessa forma, caso considere seu trabalho relacionado ao tema, basta o jornalista discriminar, no ato da inscrição, que ele também quer concorrer ao Prêmio Especial. Caberá à comissão julgadora, composta por membros e procuradores do Ministério Público do Trabalho e jornalistas convidados, definir o ganhador.

Fonte: PGT

Assessoria de Comunicação • Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ)

(21) 3212-2121 • (21) 9 9423-7936
prt01.ascom@mpt.mp.br
prt1.mpt.mp.br | Twitter: @MPTRJOficial | Facebook: MPTRJ.Oficial

 

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • AUDIN
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos